Categoria: Beleza

Banho de lua em casa para dourar os pelos do corpo

Banho de lua em casa para dourar os pelos do corpo

Você já ouviu falar no banho de lua ou banho dourado, como também é conhecido? Leia mais para descobrir!
4 dicas para se vestir para uma festa à noite
5 remédios para o cuidado da boca
Penteados fáceis e rápidos para ir ao trabalho

19
Compartilhado

Você já ouviu falar no banho de lua ou banho dourado, como também é conhecido? Descolorir os pelos do corpo é um artifício utilizado mais pelas mulheres para deixar os pelos dos braços e coxas mais bonitos.

O banho de lua é seguido de esfoliação e hidratação do corpo. O procedimento não tem contraindicação, desde que seja feito o teste para saber se você tem alergia à água oxigenada.

O resultado é um pelo loiro e brilhante, disfarçando a penugem indesejada. Veja como fazer um banho de lua em casa.

1. Banho
Para fazer o banho de lua, comece por um bom banho.

Leia também: Banho de Lua o que é

Descubra: 7 benefícios de tomar banho com água fria todas as manhãs

2. Vaselina
Em seguida, passe vaselina no local da descoloração para proteger a pele. A vaselina tem baixo custo e é um ótimo hidratante, formando uma película protetora contra os efeitos da água oxigenada, que pode ressecar a sua pele.

3. Mistura homogênea
Faça uma mistura homogênea da água oxigenada 30 volumes com 50 gramas de descolorante em pó. Utilize um pote de vidro. A mistura deve ter uma consistência espessa.

4. Passe no corpo
Passe no local a ser descolorido, menos no rosto e nas partes íntimas, que tem a pele mais sensível. Você pode utilizar um pincel de pintar cabelo ou, se preferir, pode passar com as mãos. Não esqueça de utilizar luvas; seu uso é imprescindível.

5. Tempo
Deixe por no máximo 20 minutos. Não esqueça e marque no relógio.

6. Tome outro banho
Após o tempo determinado, tome mais um banho para retirar toda a substância do seu corpo ou lave as partes aplicadas. Veja se todo o produto saiu do seu corpo.

7. Hora da esfoliação
Para esfoliar, ou seja, limpar a pele, você pode comprar um esfoliante ou fazer um esfoliante caseiro. Aproveite para esfoliar todo o seu corpo, até mesmo aonde você não tiver feito a aplicação da água oxigenada. Sua pele vai agradecer.

8.Hidratação
Utilize um creme hidratante em todo o seu corpo.

Leia também: 4 dicas imprescindíveis para hidratar a pele

Cuidados ao realizar o banho de lua
Os conselhos foram dados para serem seguidos. Durante o banho de lua, não tome sol. Após o banho de lua, também não tome sol.

Apenas depois do terceiro dia da aplicação, você está liberada para tomar sol. Isto é recomendado porque o sol na sua pele pode causar manchas e, com certeza, você não vai querer estragar todo o resultado maravilhoso que conseguiu até agora.

Cuidados ao realizar o banho de lua

Mitos sobre o banho de lua
Não acredite na história que o povo fala, quando diz que banho de lua faz o pelo crescer mais rápido; isso é mito. Não existe qualquer relação entre a aplicação do banho de lua com o crescimento do pelo.

É apenas uma questão visual, porque o crescimento natural do pelo, que já iria acontecer de qualquer jeito, fica mais visível quando você passa um descolorante, deixando a raiz escura mais evidente.

Óleo para Estrias Funciona? Qual é o Melhor? em Estética, Estrias

Óleo para Estrias Funciona? Qual é o Melhor? em Estética, Estrias

As estrias são o resultado do alongamento da pele em um curto espaço de tempo, que é o que ocorre com os adolescentes durante o crescimento, nas dietas para aumento ou redução de peso e na gravidez. Elas têm um aspecto de linhas e aparecem paralelamente na sua pele. As estrias costumam ter cores e texturas diferentes da sua pele normal e variam de roxo a rosa brilhante e cinza claro. Ao toque, é possível sentir uma leve saliência ou recuo da pele. Elas inclusive podem aparecer quando coçamos a pele.

As estrias não são perigosas e elas costumam aparecer em qualquer lugar, mas são mais comuns nos seios, parte superior dos braços, coxas e nádegas. Geralmente, elas desaparecem com o tempo, mas se não quisermos esperar, existe alguma forma de tratamento? Algum tipo de óleo para estrias funciona? Qual o melhor? Continue lendo e conheça alternativas para o tratamento das estrias.

Estrias – Quais as principais causas?
Já vimos que as estrias são o resultado do alongamento da pele e que costumam ser causadas pelo aumento da cortisona no nosso sistema. A cortisona é um hormônio produzido naturalmente pelas glândulas suprarrenais . No entanto, o seu excesso pode fazer a pele perder a elasticidade, e a camada média ou derme da pele fica sobrecarregada ao ponto de rasgar. Isso causa cicatrizes que aparecem como estrias na superfície da pele.

Estudos mostraram que a formação da estria passa por três estágios. O primeiro é aquele em que as estrias estão vermelhas e levemente elevadas. O segundo é caracterizado por uma marca roxa ou avermelhada e o terceiro é notado por áreas achatadas da pele com um tom rosa-vermelho que pode coçar, ressecar e adquirir um tom roxo escuro. Quando cicatrizam, elas podem desenvolver uma aparência branca ou prateada e ficarem planas e brilhantes.

Veja as causas mais comuns relacionadas ao aparecimento das estrias:

Gravidez: Durante a gravidez, a pele se estende de várias maneiras para dar espaço ao bebê em desenvolvimento. Esse contínuo “puxa e estica” pode causar estrias.
Peso e crescimento: Ganhar ou perder peso rapidamente costuma causar estrias. Adolescentes também podem notar o seu aparecimento após um repentino de crescimento.
Medicamentos: Cremes, loções e pílulas à base de corticosteroides podem causar estrias, pois eles reduzem a capacidade de alongamento da pele.
Distúrbios: A síndrome de Cushing, Marfan, Ehlers-Danlos e outros distúrbios da glândula adrenal podem causar estrias devido ao aumento na quantidade de cortisona em seu corpo.
Quem está mais predisposto a de desenvolver estrias?
Mulheres.
Pessoas que tem a pele clara.

Leia também: Óleo de baobá pra que serve

Histórico familiar relevante de pessoas com estrias.
Grávidas, principalmente quando os bebês são grandes ou a gravidez é de gêmeos.
Pessoas acima do peso.
Pessoas que ganharam ou perderam peso em um curto espaço de tempo.
Pessoas que usam medicamentos com corticosteroides.
Onde elas costumam aparecer?
Seios;
Nádegas;
Cintura;
Quadril;
Estômago;
Coxas;
Braços superiores.
É possível evitar as estrias?
Mesmo com a utilização frequente e adequada de loções e cremes, não há como evitar totalmente o aparecimento das estrias. Porém, manter seu peso saudável e praticar exercícios pode ajudar a prevenir as estrias causadas pelo ganho ou perda súbita de peso.

Para mulheres grávidas, é importante perguntar para o médico quanto de peso extra é saudável e evitar o excesso.

Quais tratamentos estão disponíveis?
As estrias podem desaparecer com o tempo, caso você não queira esperar existem tratamentos que podem melhorar a sua aparência. Mas é importante ressaltar que nenhum tratamento pode fazer com que as estrias desapareçam completamente.

ARTIGOS COMPLEMENTARES
Como é a Maquiagem Definitiva Para Estrias
Ácido Retinoico para Estrias Funciona?
Óleo de Argan Para Estrias – Como Funciona?
Peeling para Estrias Funciona? Tipos, Antes e Depois e Cuidados
Cremes, terapias com laser pulsado, fototermólise fracionária, microdermoabrasão e excimer laser são apenas alguns tratamentos oferecidos em consultórios e clínicas especializadas. Nessa imensidão de alternativas, o uso de óleo para estrias tem aparecido como eficiente e conquistado seu espaço na área.

Aplicar óleo para estrias funciona? Qual é o melhor?
Óleos são tratamentos naturais que provaram ser eficazes para prevenir e reduzir as estrias.

Abaixo, você verá que eles foram divididos em três categorias, sendo:

Óleos essenciais – Resultados evidenciados: Diante da oferta de óleos para tratamento das estrias eles são considerados os melhores, pois mostraram através de estudos um resultado efetivo no tratamento das estrias.
Óleos essenciais – Resultados mistos: Alguns óleos essenciais mostraram através de estudos resultados mistos no tratamento das estrias. Isso significa que mais pesquisas serão necessárias para confirmar sua eficácia, mas o seu uso pode ser relevante para o tratamento.
Óleos suplementares: Os óleos suplementares são utilizados para potencializar os efeitos dos óleos para o tratamento de estrias.
1. Óleos essenciais – Resultados evidenciados – Melhores opções
– Óleo de Argan

O óleo de argan é feito de sementes de argan. É um dos óleos mais recentes para cuidados com a pele e um bom óleo para estrias.

Um pequeno estudo realizado em 2016 evidenciou que o óleo de argan ajuda a aumentar a elasticidade da pele e isso pode resultar na prevenção e redução das estrias. Outro estudo descobriu que tanto o consumo do óleo de argan quanto a sua aplicação na pele ajudaram a tornar mais elástica a pele de mulheres na pós-menopausa.

– Gotu kola

Ele é usado na medicina tradicional chinesa para inúmeros tratamentos de pele. Uma pesquisa revela que os compostos da gotu kola ajudam a aumentar a produção de colágeno e a melhorar contração da pele.

Outro estudo, realizado em 1991 com 100 mulheres grávidas, confirmou que a maioria das mulheres que receberam o creme contendo gotu kola desenvolveram menos estrias durante a gravidez.

– Óleo de rosa mosqueta

O óleo de rosa mosqueta é feito a partir da fruta ou “sementes” de rosas e também é outro bom óleo para estrias. De acordo com um estudo realizado em 2013, um hidratante contendo óleo de rosa mosqueta ajudou a prevenir as estrias em mulheres grávidas com estrias anteriores. Também foi significativamente mais eficaz na prevenção de novas estrias.

– Óleo de amêndoa amarga

O óleo de amêndoa amarga tem uma origem diferente das amêndoas que comemos. As amêndoas amargas contêm compostos tóxicos que podem imitar o envenenamento por cianeto quando ingeridos.

O óleo é rico em ácido oleico, que é bem emoliente e hidratante, possui alta concentração de vitaminas, tem ação anti-inflamatória e ajuda na melhora da elasticidade da pele, além de promover suavidade e maciez.

– Óleo de romã e extrato de sangue de dragão

O óleo de romã é feito de sementes de romã. O extrato de sangue do dragão vem da resina das árvores dracaena, também conhecidas como dragoeiros de Madagascar. Ambos os ingredientes são antioxidantes e anti-inflamatórios. Creme feito de óleo de romã e extrato de sangue de dragão aumentam a espessura, elasticidade e a hidratação da pele, podendo ajudar a prevenir ou melhorar a aparência das estrias.

2. Óleos essenciais – Resultados mistos
– Neroli

Neroli, um membro da família Rutaceae, é feito de flores de laranjeira amarga. É usado como um remédio popular para clarear a pele e melhorar a aparência de cicatrizes e estrias. Uma pesquisa mostrou que o óleo de neroli possui poderosas habilidades antioxidantes que podem contribuir com a regeneração das células da pele e serve como um bom óleo para estrias.

– Manteiga de Karité

Ela é feita das nozes da árvore de karité. Não é considerado um óleo essencial, mas sim um óleo transportador. Ela pode ser usada sozinha ou para diluir óleos essenciais. A manteiga de karité é freqüentemente usada para hidratar a pele e muitas pessoas afirmam que ajuda a prevenir as estrias.

Sua composição contém vitamina A e também ajuda a melhorar a circulação sanguínea na pele, promovendo a cicatrização de feridas.

– Azeite

O azeite, assim como a manteiga de karité, é também um óleo para estrias transportador. Ele é usado para diluir os óleos essenciais, mas também pode ser usado sozinho. O azeite é reconhecido por causa de suas habilidades antioxidantes e de hidratação. De acordo com um estudo realizado em 2011 com mulheres em seu segundo trimestre de gravidez, a aplicação de azeite de oliva no abdômen realizado duas vezes ao dia não preveniu as estrias.

– Óleo de coco

O óleo de coco é tipicamente composto de ácido láurico, triglicerídeo de cadeia média.

Ele é conhecido por muitos benefícios, entre eles a sua capacidade de melhorar a elasticidade da pele, aumentar a regeneração celular e combater a infecção. O óleo de coco é considerado um bom óleo para estrias estrias.

– Óleo de lavanda

Óleo essencial de lavanda é mais conhecido por suas propriedades calmantes, mas outros benefícios são relevantes, principalmente os relacionados à cicatrização de feridas e marcas.

Ele aumenta a produção de colágeno e forma novo tecido conjuntivo que estimula a cicatrização de feridas, o que sugere que pode ajudar na cicatrização de estrias.

– Óleo essencial de incenso

Usado há séculos por suas propriedades curativas e tratamento da pele, o óleo de incenso penetra facilmente na pele e os ácidos ferúlico e as vitaminas do óleo trazem benefícios antioxidantes, que ajuda a mantê-la macia e saudável.

3. Óleos suplementares
– Vitamina E

Vitamina E é um antioxidante muito conhecido pelos seus benefícios antienvelhecimento e regeneradores da pele. Ela é utilizada com muita frequência nos tratamentos para reduzir o aparecimento de estrias e cicatrizes. Combinar a vitamina E com óleos essenciais proporciona o rejuvenescimento da pele e pode impulsionar o tratamento de estrias.

– Óleo de lavanda

O óleo de lavanda vem de flores que carregam o mesmo nome. Ele é popular pelos seus efeitos cicatrizantes, por isso é muito usado para o tratamento de feridas. O óleo de lavanda pode aumentar a produção de colágeno, ajudar a diminuir as feridas e ajudar a formar o tecido de granulação que promove a cicatrização resultando no fortalecimento da pele.

– Óleo patchouli

São poucas as pesquisas relacionadas ao óleo de patchouli para estrias. No entanto, ele mostrou habilidades antioxidantes e promoveu a síntese de colágeno em um estudo animal realizado em 2013. Em teoria, o óleo de patchouli pode ajudar a fortalecer a pele e minimizar as estrias.

– Laranja amarga

Feito da casca de laranjas amargas, o óleo pode ajudar a apertar e tonificar a pele. Porém um efeito colateral pode ser sentido, pois a laranja amarga pode irritar a pele devido ao seu teor de metanol.

Como usar?
Óleos essenciais são muito potentes e podem irritar sua pele se forem utilizados puros. Eles devem ser diluídos em um óleo transportador antes de ser aplicado na pele.

Faça uma mistura caseira. Dilua de 5 a 10 gotas do óleo essencial em 1 colher de sopa de um óleo transportador.

Alguns óleos transportadores são:

Óleo de amêndoa doce.
Óleo de jojoba.
Azeite.
Óleo de coco.
Óleo de grainha de uva.
Óleo de semente de damasco.
Óleo de gérmen de trigo.
Aplique a mistura na pele, massageando até que ele seja totalmente absorvido.

Você também pode esfoliar a pele com óleos essenciais. Isso eliminará as células mortas ajudando o clareamento das estrias escuras.

A mistura para esfoliar é composta por 2 xícaras de um esfoliante natural, como açúcar ou sal marinho. Adicione 1 xícara de óleo transportador e de 10 a 15 gotas de óleos essenciais e misture bem. Massageie a pele com a mistura e lave com água corrente.

Para sua segurança, sempre faça um teste de alergia antes de usar um óleo para estrias.

Aplique uma pequena quantidade do produto na parte interna do seu pulso ou na dobra do cotovelo.
Deixe a preparação sem lavar por um período de 24 a 48 horas.
Observe os sinais de uma reação alérgica. Os sinais típicos incluem vermelhidão, erupções na pele, coceira, dor, descamação etc. Algumas pessoas também podem sentir náuseas ou reações respiratórias. Se você sentir algum destes sinais, interrompa o uso imediatamente. Consulte o seu profissional de saúde para discutir a reação.
É seguro usar óleos essenciais durante a gravidez?

Evitar o aparecimento de estrias durante a gravidez é uma preocupação natural das futuras mamães, mas são poucas as pesquisas que garantem a segurança dos óleos essenciais tópicos durante a gravidez ou durante a amamentação. Não está claro o quanto de óleo essencial é absorvido pela pele e como essa condição pode afetar seu bebê.

Até que mais pesquisas sejam feitas, mulheres grávidas ou amamentando só devem usar os óleos com recomendação médica ou profissional de saúde especializado.

Efeitos colaterais e riscos
O efeito colateral mais comum do uso de óleos essenciais tópicos é a reação alérgica, que pode incluir erupção cutânea, urticária, vermelhidão e coceira;
Reduzir o risco de efeitos colaterais implica em usar apenas óleos essenciais de qualidade. Vale reforçar que os óleos essenciais devem sempre ser diluídos em óleos transportadores que são bem tolerados pela pele;
O óleo de limão e outros óleos cítricos costumam deixar a pele mais sensível ao sol, o que pode causar erupções cutâneas ou queimaduras solares. Evite a luz solar direta por pelo menos 24 horas após o uso de óleos cítricos;
Não há pesquisas suficientes sobre o uso tópico de óleo de amêndoa amarga para determinar sua segurança, portanto fale com seu médico antes de usar;
Os óleos essenciais não devem ser usados com medicamentos tópicos. Só utilize mediante a supervisão de seu médico ou um profissional de saúde especializado;
A gravidade das estrias depende principalmente da genética, dos níveis hormonais e do grau de estresse na pele. Sua melhor opção é a prevenção, isso significa que uma alimentação equilibrada associada à prática de exercícios poderá ajudar com o bom funcionamento do organismo, além do peso saudável que ajudará a manter os níveis de hormônios ideais. Considere também os óleos essenciais como uma terapia complementar ao seu estilo de vida saudável para nutrir a pele.

Limpeza de Pele – Sem dor e Sem marcas?

Limpeza de Pele – Sem dor e Sem marcas?

Limpeza de Pele te lembra um momento de quase tortura? E se eu te disser que, ao contrário das limpezas convencionais, esta é praticamente um Mini Spa?

Uma amiga já havia recomendado, mas não contou detalhes. Então, fiquei surpresa com o procedimento tão completo e primoroso do Instituto Anna Pegova.

Gravei alguns momentos para entenderem melhor. Aperte o play!

Procedimento – Limpeza de Pele por Hidrossucção
O processo ultrapassa a simples limpeza de pele porque inclui massagem facial, Digitopuntura no pescoço e colo – técnica indiana que acalma e melhora circulação, entre outros benefícios – e Reflexologia nas mãos e pés. Tudo executado de uma forma peculiar, pois o instituto Anna Pegova elaborou um ritual só deles.

Esses passos ocorrem enquanto estamos no vapor ou esperando os produtos agirem, como as máscaras, por exemplo. Aliás, são aplicadas duas. Um luxo sem fim para os viciados em máscaras! haha

Leia também: limpeza de pele

Um detalhe importante é que a limpeza, realizada através dos produtos da marca, utiliza o método de Hidrossucção – aparelho de extração, indolor e que não deixa marcas, as quais geralmente ocorrem no processo manual. Para o meu tipo de pele – sensível e com indício de rosácea – achei a técnica ideal, pois sempre acabava com algum ponto machucado, geralmente nariz e queixo. Fiquei até um bom tempo sem fazer. Afinal, por mais cuidados que tivessem comigo, isto sempre ocorria, já que a técnica, por si só, é mais agressiva.

Se você tem também problemas com Acne ou Rosácea, veja este post sobre como superar!

Resultado na pele
Como estava sem fazer há alguns meses, já sabia que uma sessão, independente do método, não tiraria todos os cravinhos, e a Esteticista da Anna Pegova foi muito honesta comigo sobre isso também. Ainda assim, saiu uma quantidade assustadora! Eca! Assista ao vídeo e tire suas próprias conclusões! 😀

Como não fiquei tão vermelha, imediatamente percebi minha pele mais iluminada, clara e macia.

Algumas pessoas preferem extração manual, acreditando que tenha o poder de tirar mais cravos. Não vi diferença neste sentido. No entanto, isso é muito relativo.

Considero um ponto alto poder emendar qualquer evento após o procedimento. Particularmente, fiquei feliz por não estar toda vermelha em uma noite de sábado!

Considero a regularidade um ponto chave para obter resultados satisfatórios, seja qual for o método escolhido. Portanto, certamente a limpeza vai entrar na minha rotina. Vias de regra, para quem está há muito tempo sem fazer, é recomendável fazer 1 sessão por 2 ou 3 meses seguidos. A partir deste ponto, já é possível aumentar o intervalo para cada 2 ou 3 meses. Contudo, é importante consultar um Dermatologista.limpeza de pele

…aplicação de máscara facial…

Duração e Preços por Sessão
O valor da Limpeza de Pele sem o Peeling é R$ 249,00*.

Somente este procedimento dura de 75 a 90 min.

Já a Limpeza de Pele + Microdermoabrasão/Peeling Físico – que foi o procedimento que fiz, dura cerca de 110 minutos e o valor é: R$ 423,00*

É um momento delícia e personalizável! Você pode, por exemplo, incluir máscaras hidroplásticas de vitamina C, colágeno ou clareadora. Não posso ouvir palavra “MÁSCARA” que meu cérebro pensa: “PRECISO!” Tô me coçando para experimentar!

O Instituto Anna Pegova no Rio de Janeiro, fica no shopping Rio Design Barra e estes preços estão na média da região.

Na maioria dos lugares, massagem não faz parte do procedimento. Por isto, acho que vale a pena fazer no Instituto.

*Os valores podem variar de acordo com a região.

O Anna Pegova fica na Av. das Américas, 7777, Barra da Tijuca, piso 2 | Telefone (21) 3647-6070

Limpeza de Pele Anna Pegova

…foto logo após a limpeza de pele…

A limpeza reduz oleosidade, desintoxica, remove células mortas, mantém a pele macia e saudável. Pele livre de impurezas é imprescindível para obter a eficácias dos demais cuidados.

Como Fazer um Peeling Caseiro

Como Fazer um Peeling Caseiro

O peeling é uma técnica que visa melhorar o aspecto da pele, seja para evitar machas causadas pelo sol, pela acne, estriais e outros problemas. Geralmente, o tratamento é bastante caro e existem outras formas de tratar a pele, tanto facial, quanto corporal. O peeling caseiro é famoso por conter ingredientes naturais e não causar muito impacto no seu bolso. Há quem diga que o processo funciona. Que tal dar uma experimentada para ver se rola realmente? Por isso, não deixe de ler este artigo aqui no Cultura Mix.

Peeling Caseiro

Peeling Tradicional X Caseiro
O peeling tradicional é conhecido por ser muito agressivo, Ele pode utilizar técnicas a laser e outras tecnologias que se usadas em excessos podem trazer danos a sua pele. Além disso, o tradicional pode trazer algumas alergias. O método caseiro evita vermelhidão e algumas consequências mais graves. Com o peeling feito dentro de casa também não há o risco de descamação cutânea. “Opeeling caseiro promove a renovação celular e melhora a textura da pele, deixando-a mais macia e luminosa”, é o que explica Cíntia Mendes, gerente da Clinique do shopping Morumbi (SP).

Leia também: Peeling Caseiro

O Benefícios do Peeling Caseiro
“A aplicação também ajuda a fixar a maquiagem, pois a pele fica mais lisa e aveludada” diz a especialista. O peeling pode ser feito somente uma evz por semana e para aquelas mulheres que estão sempre na correria, sempre querendo ter uma pele bonita. “Ele é ideal para aquelas ocasiões em que você quer dar um up no visual, antes de uma festa ou balada. Uma outra vantagem é que se aplicado na pele bronzeada, ele não corre o risco de causar descamação, apenas um clareamento no tom da pele. E tem mais: “O peeling ajuda a melhorar a textura da pele com acne, deixando-a mais macia e aveludada”, explica a gerente.

Saiba Mais
Saiba Mais

Começando Tratamento
Para que o peeling possa mostrar a você os resultados esperados, é preciso estar com a pele limpa, livre de impurezas, sem produto algum e muito menos com maquiagem. Tire tudo antes do seu tratamento, ainda que ele seja caseiro. Antes de começar a preparara a sua receitinha de peeling, é preciso seguir alguns passos essenciais ao funcionamento do tratamento. Confira abaixo:

1. Sabonete: Comece lavando o seu rosto com um sabonte próprio para o seu tipo de pele. Consulte o seu dermatologista.

2. Aplique o peeling caseiro no rosto com movimentos suaves e circulares. Deixe a receitinha agir por 5 minutos.

3. Use água morna ou fria para retirar o peeling do rosto. Pode lavar no banho ou na pia mesmo. Use um algodão para remover tudo completamente.

4. Após retirar todos os produtos do rosto, use o seu tratamento normal do dia a dia. Se for sair para curtir aquela night, pode passar a maquiagem sem preocupação. Se for ficar em casa, use filtro solar, creme anti-rugas ou hidratantes.

Veja o Vídeo Abaixo Para Ir Para o Próximo Passo Sem Nenhuma Dúvida

Receitinhas
O próximo passo é conhecer algumas receitinhas para preparar o seu creme de peeling. Lembrando que é só uma vez por mês, Hein!

Receita Com Coco
O coco não serve só para te refrescar nos dias quentes de verão em um quiosque da praia e pouca gente sabe disso. Ele tem propriedades esfoliantes que ajudam no rejuvenescimento da pele, removendo todas as células mortas que ainda estão na sua face. A especialista explica que os benefícios do coco são inúmeros: “A receita pode ainda ajudar a clarear as manchas e a diminuir aquelas bolinhas avermelhadas de pelos encravados, conhecida como foliculite”.

Modo de Preparo

Desfie bem a poupa do coco e junte uma colher de sopa com as suas lascas, usando uma colher de chá de mel. Misture tudo e deixe ficar homogêneo para passar rosto depois. Lave em seguida. Se quiser, pode usar essa mistura diariamente sem problema algum.

como-fazer-um-peeling-caseiro-1
como-fazer-um-peeling-caseiro-2
como-fazer-um-peeling-caseiro-3
como-fazer-um-peeling-caseiro-4
como-fazer-um-peeling-caseiro-5
como-fazer-um-peeling-caseiro-6
Receita de Maracujá
“Fonte de ácidos graxos e ômega 6, as sementes do maracujá tem propriedades que ajudam a minimizar a irritação e a vermelhidão da pele.” segundo explica a especialista. Para fazer um peeling a base desa fruta é muito simples: Tire a poupa do maracujá e passe sobre o rosto. Lave em seguida lembrando que esta receita só pode ser usada uma vez na semana.

como-fazer-um-peeling-caseiro-1
como-fazer-um-peeling-caseiro-2
como-fazer-um-peeling-caseiro-3
como-fazer-um-peeling-caseiro-4
como-fazer-um-peeling-caseiro-5
como-fazer-um-peeling-caseiro-6
Receita de Mamão e Alecrim
Esta receita é um pouco mais elaborada e requer alguns ingredientes especiais para preparar o peeling. A mistura é ótima para remover células morta do rosto e hidratar. Confira abaixo:

1 colher (sopa) de mamão papaia peneirado
Folhas frescas de alecrim
1 copo de iogurte desnatado sem sabor
2 colheres (de sopa) de aveia em pó
Modo de Preparo

1.Passe o mamão por uma peneira e misture-o com a aveia e o iogurte.

2.Coloque a sua máscara asismmisturada sobre o rosto já limpo. Use uma camada uniforme e grossa, cobrindo depois com as folhas de alecrim.

3. Deite com os pés um pouco acima do nível da cabeça por no máximo 20 minutos. Depois, remova a máscara com água fria, lavando e enxugando o rosto posteriormente. Passe um hidratante de sua preferência se achar necessário.

Esta mistura pode ser usada de 15 em 15 dias, conforme recomendam os especialistas e dermatologistas.

Observações: O uso dos hidratantes depois de aplicar a máscara para o peeling é muito importante para algumas receitas. O hidratante vai garantir que os poros fiquem fechados e que a sujeira penetre de novo em seu rosto.

como-fazer-um-peeling-caseiro-1
como-fazer-um-peeling-caseiro-2
como-fazer-um-peeling-caseiro-3
como-fazer-um-peeling-caseiro-4
como-fazer-um-peeling-caseiro-5
como-fazer-um-peeling-caseiro-6
Receitinha Com Trigo
Veja uma receita infalível e simples usando trigo e outros ingredientes super fáceis de serem encontrados

Ingredientes

Germe de Trigo ou Flocos de Aveia
Mel
Água
Pano ou Gaze
Pincel
Aplicação

1.Misture os flocos com o germe de trigo com uma colher de mel.

2. Usando um pincel, aplique a máscara sobre o rosto

3. Retire a máscara com os dedos secos fazendo movimentos sempre circulares

4. Para fechar os poros, misture 2 colheres de sopa de aveia com uma colher de sopa de água até criar uma pasta. Passe-a sobre o rosto com a gaze.

5. depois de 15 minutos, retire com água morna

Bichectomia, a cirurgia da moda, pode te envelhecer mais rapidamente

Bichectomia, a cirurgia da moda, pode te envelhecer mais rapidamente

Procedimento caiu nas graças das pessoas com rosto arredondado e, por ser relativamente simples, virou tendência. Especialistas fazem alerta
De tempos em tempos um procedimento cai nas graças das pessoas e acaba virando “modinha”. Na maioria das vezes, as celebridades são as responsáveis por popularizar o movimento. Não foi diferente com a bichectomia, cirurgia para deixar o rosto mais fino e tirar o aspecto arredondado.

MAIS SOBRE O ASSUNTO
Cantor Buchecha faz cirurgia para diminuir as bochechas
Cada rosto, um tratamento: serviços faciais adequados para cada pessoa
Cirurgia plástica em adolescentes: entenda os riscos e os benefícios

Leia também: Bichectomia o que é

Na face, existem diversos compartimentos de gordura que funcionam como coxins de proteção. Essas áreas se estendem ao longo de toda a superfície lateral do rosto, em plano profundo, desde a têmpora até próximo à mandíbula, recebendo o nome de bola ou bolsa de Bichat. O procedimento consiste em retirá-las pela parte interna da bochecha, cortando a gengiva.
Salvo exceções mais complicadas, a operação dura entre 30 minutos e uma hora e pode ser feita com anestesia local, geral ou local com sedação. Parece simples, não é mesmo? Cirurgiões plásticos, dermatologistas e dentistas discordam.

“O procedimento já existe há um certo tempo, não é recente. O que vem acontecendo é a banalização, qualquer um quer fazer e faz. Existem dificuldades e riscos, como pegar o nervo facial, causando paralisia da face, lesão no ducto da glândula parótida (canal da saliva), infecções, sem contar o envelhecimento do rosto”, explica a cirurgiã plástica Ivanoska Filgueira.

Bichectomia, a cirurgia da moda, pode te envelhecer mais rapidamente
Abrir em Tela Cheia

A dermatologista Melissa Chaves explica que o envelhecimento é geral, não acontece apenas na pele. “Vem do osso, depois o músculo atrofia e, com o tempo, a gordura diminui de volume, tirando a sustentação da derme nas camadas mais profundas. Principalmente após os 40 anos, a pele cai e acontece um derretimento mesmo”, diz.

A especialista reforça que existem algumas indicações para realizar a bichectomia, mas não é muito amplo e quando a pessoa com rosto mais magro se submete por conta e risco, está adiantando o processo de envelhecimento. “É irreversível. Depois, se esse paciente se arrepender, vai precisar ficar repondo, de seis meses a um ano, com substâncias artificiais, o ácido hialurônico, por exemplo”, fala.

Cícero Lopes/MetrópolesPin this!
CÍCERO LOPES/METRÓPOLES
O caso certo para o procedimento
Com 24 anos, Luíza Vale achava seu rosto muito redondo, dando um ar de mais nova. Para se livrar da cara de “menininha” resolveu se submeter à bichectomia.

“Tenho uma página onde posto vídeos de maquiagem e sempre caprichava no contorno para afinar as bochechas. As pessoas me acompanham pela rede e ficam surpresas ao me encontrar pessoalmente, pois tinham outra impressão do meu corpo. Me incomodava bastante”, conta.

O profissional escolhido explicou todos os riscos, fez o estudo facial e deu resposta positiva sobre a necessidade da cirurgia. Luíza tomou uma anestesia local e achou o procedimento bem tranquilo e de imediato gostou do resultado.

“Fiquei com o rosto mais cavadinho, de mulher, minha autoestima melhorou muito. Não me arrependo”, afirma, aos 26 anos.

Bichectomia, a cirurgia da moda, pode te envelhecer mais rapidamente
Abrir em Tela Cheia

Como surgiu a “redução das bochechas”
A bichectomia é indicada para pessoas com mordiscamento (morder a bochecha por dentro). A cirurgiã-dentista Heloísa Crisóstomo reforça o fato de o procedimento ter sido criado para esse fim específico. “O resultado é funcional, a estética é apenas um adicional”, diz.

A especialista reforça que não existe uma simulação para garantir como será o resultado. “A ressonância mostra nervos, mas não a quantidade de gordura presente para calcular o volume a ser retirado”, explica a cirurgiã-dentista.

A principal função das bolas de Bichat é auxiliar na sucção durante a amamentação. Ela impede as mucosas da boca encostarem uma na outra no momento da sucção. Isso explica o porquê da bochecha dos bebês em amamentação serem maiores que as das crianças mais velhas.

Essa função se perde conforme as pessoas crescem, e, com o passar do tempo, o corpo vai absorvendo a gordura e deixando o rosto com aspecto mais magro. “Por isso, para as pessoas com o contorno mais arredondado, pela disposição dos músculos da face, esse procedimento não adiantaria nada”, fala a cirurgiã plástica Ivanoska.

O importante é procurar um profissional qualificado para tirar as dúvidas, analisar o paciente individualmente e dar a palavra final sobre a necessidade ou não do procedimento. “Existem casos onde o paciente tem edema facial prolongado, abscessos no rosto, precisa ser internado, tudo isso porque o médico não era especializado”, diz a médica.

Conheça as melhores técnicas para se livrar das olheiras

As principais razões que fazem com que as olheiras apareçam são: ansiedade, falta de sono, alterações hormonais, alimentação incorreta, estresse e genética.

No entanto, se não for tratada atentamente, não só irá atenuar a sua aparência geral, como também poderá causar sérios problemas de saúde.

Foto: DINO
Embora os produtos com base química ajudem a se livrar delas, há várias pessoas que têm uma pele muito sensível e apenas remédios caseiros puros podem ajudar.

Nós pedimos a nutricionista Angela escritora do livro “olheiras nunca mais” dicas caseiras e práticas para eliminar as olheiras em uma semana.

1-Pasta de soro de leite coalhado
Açafrão é famoso por suas inúmeras vantagens para a saúde.
– Misture duas colheres de sopa de manteiga e açafrão em pó, mexa bem.
-Aplique esta pasta em suas olheiras e deixe por pelo menos quinze minutos
-Lave o rosto com água morna

2-Óleo de Amêndoa
Amêndoas são carregadas com vitamina E, portanto seu óleo é como um emoliente que ajuda na criação da pele flexível.
-Basta aplicar óleo de amêndoas pequenas em suas olheiras e massageá-las suavemente
-Só deixe durante a noite e lave na manhã seguinte

Leia também: olheiras causas

3-Yoga e meditação
Entre as principais razões que são vistas para a recorrência das olheiras sob os olhos estão: o estresse, depressão e um estilo de vida agitado.
Nenhuma quantidade de remédios caseiros funcionará caso sua mente não esteja calma e fresca.
Yoga e meditação, quando praticadas regularmente, não apenas diminuirão suas olheiras, mas também equilibrarão o relógio corporal enquanto acalmam sua mente, corpo e alma.

4-Tomates
Tomate realmente é uma solução fantástica para se livrar das olheiras, pois naturalmente pode ajudar a diminuir os círculos escuros e também torna a pele macia e suave.
-Tudo que você precisa para fazer isso é misturar uma colher de chá de suco de tomate com uma colher de chá de suco de limão e depois usá-lo em seus olhos
-Deixe-o descansar por cerca de dez minutos, depois disso, lave com água
-Repita este remédio pelo menos duas vezes por dia
Em uma base regular, você também pode beber suco de tomate misturado com um pouco de suco de limão e folhas de hortelã, a fim de se livrar das olheiras.

5-Sacos de chá frio
Outra técnica muito simples para se livrar das olheiras é utilizando sacos de chá frios.
-Mergulhe um saquinho de chá de camomila na água
-Resfrie-o colocando-o na geladeira por algum tempo
-Depois coloque-os sobre seus olhos
E utilize este remédio em uma base regular para ver a diferença considerável.

6-Leite frio
O uso padrão de leite frio diminui as olheiras e também acalma a pele e os olhos.
-Pegue um chumaço de algodão e coloque-a em uma tigela de leite ou água gelada por algum tempo
-Use o chumaço de algodão, certificando-se de que cobre todo o olho com o local afetado
-Mantenha por algum tempo
-Lave a água regularmente

7-Suco de laranja
Outra cura poderosa para fazer em casa é utilizando o suco de laranja.
-Misture um suco de laranja com algumas gotas de glicerol e use essa mistura sobre as olheiras
-Não só diminui as olheiras como também dará um brilho natural aos seus olhos

8-Pepino
Todo mundo já viu os profissionais colocarem aquele pedaço de pepino nos olhos enquanto faz qualquer tratamento de beleza, mas quantas pessoas realmente fizeram isso? Muito pouco.
-Então, se você quer saber como se livrar das olheiras rapidamente, coloque o pepino fatiado na geladeira por meia hora
-Leve-os para fora e coloque suas olheiras
-Deixe por dez minutos antes de lavar com água fria
Você sentirá que seus olhos se refrescaram instantaneamente.

9-Folhas de Hortelã
A hortelã é conhecida pelo seu aroma revigorante e qualidades refrescantes e também pode ser utilizada para remover essas olheiras feias sob os olhos.
-Esmague apenas algumas folhas com água, formando uma pasta e aplique nas olheiras
-Deixe por dez minutos e lave com água fria
Faça isso todas as noites durante uma semana para ver resultados surpreendentes.

10- Agua de Rosas
Água de rosas ajuda no rejuvenescimento da pele, também é bem conhecida por suas qualidades de beleza.
-Basta molhar um chumaço de algodão em água de rosas e colocá-las nas olheiras
-Deixe por quinze minutos e lave com água fria depois
Repita todas as noites durante um mês para obter melhores resultados.

E para ter acesso a outras dicas incríveis como estas e um cardápio incrível para ter uma pele mais saudável, basta digitar “olheiras nunca mais” de Angela Faustin em seu navegador.

TRATAMENTO DE VARIZES A LASER GARANTE

RECUPERAÇÃO RÁPIDA E É DE GRANDE PARA QUEM DESEJA TRATAR A DOENÇA SEM DEIXAR DE APROVEITAR O VERÃO
Tratamento de varizes a laser garante recuperação rápida e é de grande para quem deseja tratar a doença sem deixar de aproveitar o verão
Compartilhe:

A+ A-
Técnica utilizada pelo HCor combate todos os níveis da doença que já atinge cerca de 38% da população brasileira; homens já representam 30% do total de casos no país

No verão, a preocupação com a estética é sempre maior. Além das indesejadas gordurinhas, o brasileiro tem se preocupado cada vez mais com as varizes. O problema já atinge cerca de 38% da população – dentro da qual 30% dos casos ocorrem em homens (veja abaixo). Caracterizada pelo aparecimento de veias tortuosas, bastante dilatadas e de coloração púrpuro-azulada, principalmente na região da panturrilha, a doença prejudica o visual e não é tão simples de ser tratada. “De acordo com o método tradicional, é preciso realizar incisões na perna do paciente para retirar os vasos lesionados. Isso gera incomodo e muita dor no período pós-operatório. O tempo de recuperação também é longo. Leva, no mínimo, 15 dias”, esclarece o Dr. Gilberto Narchi, cirurgião vascular d o HCor – Hospital do Coração.

Leia também: o que é Varicell

Como alternativa ao método tradicional, o cirurgião vascular adota em seus pacientes no HCor uma técnica de tratamento de varizes baseada no uso de laser. O procedimento consiste em introduzir uma microfibra ótica da espessura de um fio de nylon na veia doente. Em seguida, dispara-se o laser, por meio dela, dentro do vaso lesionado, colabando-o totalmente. “Nesse tipo de cirurgia utilizamos também um ultrassom doppler intraoperatório. Com ele, podemos visualizar o que acontece durante a procedimento e controlar o raio que é disparado intravenosamente”, explica o médico.

Ao proporcionar uma recuperação mais rápida, essa técnica também permite que o paciente tenha alta no mesmo dia, retorne às atividades cotidianas dentro de 24 horas e pratique exercícios mais pesados depois de uma semana. “Atualmente, o HCor é um dos poucos hospitais do país que dispõem deste recurso. Ao oferecê-lo, permitimos que os nossos pacientes tratem as varizes com eficácia, sem ter que deixar de aproveitar o verão”, considera o cirurgião vascular. “Afinal, esse tipo de problema afeta a saúde das pessoas e as inibe de usar roupas mais condizentes com a estação, como bermudas, biquínis ou shorts mais curtos.”

Prevenção

Especialista no tratamento de varizes, o Dr. Narchi também tem coordenado diferentes trabalhos para difundir métodos de diminuição dos fatores de risco da doença. De acordo com o médico, medidas simples, como evitar ficar em pé ou sentado na mesma posição por muito tempo, se alimentar de maneira saudável e evitar sobrepesos, minimizam bastante as chances de aparecimento das varizes (veja abaixo). “Embora não possamos determinar quando e em quem a doença pode aparecer, a simples difusão desses cuidados pode livrar muita gente de ter que lidar com o problema no futuro”, diz o médico. “Isso é fundamental, já que as varizes são a 14ª causa de afastamento do trabalho e a 32ª de aposentadoria por invalidez no Brasil”, aponta.

Fatores de risco

As varizes costumam aparecer após os 20 anos e, entre os fatores de risco, as hipóteses mais aceitas apontam para uma predisposição genética do indivíduo, associada a diferentes situações, como carregamento excessivo de peso, obesidade, gestação, muitas horas em pé ou sentado em longas viagens, por exemplo, anticoncepcionais e até o uso frequente de sapatos de salto alto. No entanto, ainda é impossível prevenir a doença totalmente. “As varizes são ocasionadas pelo mau funcionamento de válvulas dentro das veias que reconduzem o sangue dos membros inferiores ao coração (retorno venoso). Esse problema faz com que o sangue fique represado nas safenas, entre outros vasos das pernas, provocando deformações, inchaços, alterações na sensibilidade da pele, além da sensação de peso ao caminhar, queimação, cansaço e edemas ao redor do tornozelo”, diz o Dr. Narchi. “Vale lembrar que cerca de 45% das pessoas que operam varizes, costumam vê-las de volta em aproximadamente cinco anos. Por isso é muito importante aperfeiçoarmos, cada vez mais, o tratamento dessa enfermidade”.

Varizes em homens

No Brasil, cerca de 70% dos casos de varizes ocorrem entre as mulheres, porém os homens costumam ser vítimas das variações mais graves da doença. Por isso, o controle da propagação da doença em homens é outra importante frente de trabalho do Dr. Narchi no HCor. “Assim como as mulheres, os homens podem desenvolver varizes mais finas, reticulares e tronculares. Este último tipo, porém, é o mais comuns entre eles”, diz. “Por isso é fundamental conscientizá-los da gravidade do problema. Afinal, varizes desse tipo são muito perigosas, já que ficam ainda mais expostas e podem levar à flebite (inflamações nas paredes dos vasos) com bastante facilidade.”

De acordo com o médico, a maioria dos homens não dá a devida atenção ao problema por falta de informação. Segundo ele, muitos só vão procurar tratamento quando a doença chega a um estado crítico. E pior: quase todos jamais tomaram qualquer atitude preventiva em relação ao problema. “As causas das varizes são as mesmas em homens e mulheres. Contudo, em alguns aspectos, eles podem correr riscos ainda maiores. Afinal, consomem muita gordura, costumam carregar mais peso, e, quando não carregam, têm um estilo de vida bastante sedentário”, explica o médico. “Por isso, é fundamental que possamos fornecer informações sobre o problema e combatê-lo também entre essa fatia da população”, conclui.

Diminua o risco de ter varizes

Evite excesso de peso.
Adote uma alimentação equilibrada.
Consulte um médico antes de começar um tratamento com pílula anticoncepcional.
Evite passar o dia na mesma posição. Se não puder, ande, dê alguns passos. Isso ajudará a liberar e estimular a circulação sanguínea.
Tenha cuidado com exercícios como musculação ou aeróbica de alto impacto. Esse tipo de atividade provoca maior tensão nos vasos e, consequentemente, a sua dilatação.
Sempre que possível, deite-se e eleve as pernas para favorecer o retorno venoso, já que os pés ficarão mais altos que o coração.
Não fume. Além de ser prejudicial à saúde, o cigarro, combinado com outros hábitos não saudáveis, pode ocasionar varizes.
Para estimular a circulação sanguínea, use meias elásticas de compressão. Mas sempre sob orientação médica.
Jamais trate as varizes sem o acompanhamento de um cirurgião vascular.
Cuidados de emergência

As varizes podem se romper. Se isso acontecer, deite-se imediatamente. Em seguida, comprima o local da ferida com panos limpos, até que o sangramento seja estancado. Depois, lave com água corrente, sabão e proteja a área lesionada com curativos compressivos.
Caso ocorra inflamação dolorida no local das varizes, cujos sintomas não desaparecem com o tempo ou quando se eleva as pernas, procure atendimento médico imediatamente. Se não houver inchaço aparente, mas dor intensa e contínua, procure também um hospital ou posto de saúde mais próximo.